#pelletsmaisperto Cervejeira Letra

A Fermentum, produtora da cerveja Letra é uma spin-off académica criada no âmbito da Universidade do Minho, onde os seus fundadores Filipe Macieira e Francisco Pereira desenvolveram um plano de negócios em 2009 para a implementação de uma microcervejeira em Portugal, paralelamente ao seu estudo de doutoramento ligado à indústria de fermentações.

Foi possível à ANPEB chegar ao contacto com o Eng.º Filipe Macieira que nos apresentou a sua experiência sobre a utilização de pellets de madeira na caldeira de produção de vapor, com capacidade de “150 kg de vapor por hora”.

A adopção de um sistema a pellets justifica-se com a “falta de infraestruturas de gás-natural” na zona de implantação da unidade de produção, assim como pela vontade de “evitar custos elétricos avultados e ter um processo mais limpo e sustentável”.

O consumo de pellets ronda as 15 toneladas por ano, evitando sensivelmente 19 toneladas de CO2, caso consideremos o gasóleo como alternativa energética. Esta instalação, porém, foi idealizada de raiz para a utilização de pellets de madeira, não se tratando de uma conversão.

A utilização de pellets, revela o Eng.º Filipe Moreira, traz “notoriedade [perante os clientes] pois temos, como empresa, a preocupação ambiental com todo o processo”, apontando para a necessidade do estado “incentivar empresas com um processo produtivo mais ecológico através de incentivos fiscais”.

O empresário deixou ainda um reparo relativamente à disponibilidade de serviços de manutenção “No que respeita à manutenção e reparação [do equipamento em questão] não encontramos empresas em Portugal que efetuem esse serviço, por esse motivo temos de procurar apoio externo, o que torna as assistências mais caras.”

Fontes:

cerveja-magazine.pt

cervejaletra.pt

Related posts